Acre: Iteracre realiza audiência pública para tratar da regularização fundiária em Brasileia

Com ação em todos os municípios do Estado, o Instituto de Terras do Acre (Iteracre) tem registrado avanços também na região do Alto Acre. O município de Brasileia, que acaba de receber um núcleo de extensão do Iteracre, deve ter mais de 800 famílias regularizadas e com o título de propriedade em mãos, ainda este ano. “Ao iniciarmos os trabalhos no município, constatamos a necessidade de uma extensão do Instituto para atender as demandas do Alto Acre”, explica o diretor do Iteracre, Glenilson Figueiredo.

Em audiência pública realizada na última semana no município, representantes do legislativo, judiciário, município, governo, sociedade civil organizada, cartórios e instituições bancárias, se reuniram para reafirmar parcerias e definir metas e estratégias do Plano de Regularização Fundiária que está em execução no município. O presidente da Câmara Municipal de Brasileia, Mário Jorge, disse que as parcerias são fundamentais para que o município se desenvolva. “Estamos empenhados em trazer melhorias ao município”, afirmou.

Em Brasileia, a equipe técnica do Iteracre tem trabalhado em dois bairros, o Francisco José Moreira e o Ferreira da Silva, bairros vizinhos, ambos com 22 anos de fundação. Os bairros já possuem uma infraestrutura básica e atendem aos critérios necessários para serem legalizados. A vereadora Fernanda Hassem, falou da importância da regularização fundiária. “Essa ação representa inclusão social, segurança jurídica da posse, o governador Tião Viana é muito sensível a essa causa que só contribui para o desenvolvimento do nosso estado”, disse.

Para seu Raimundo Marques, presidente da Associação de Moradores de Bairro de Brasileia (UMAMB), o evento é fundamental para esclarecer as dúvidas da comunidade. “Sabemos da importância que o título de propriedade tem, mas quando as autoridades se reúnem pra responder perguntas e questionamentos duvidosos da população, é muito mais proveitoso. Agradecemos a oportunidade, a comunidade só tem a ganhar com essa iniciativa”, afirma seu Raimundo.

O próximo bairro do município a ser contemplado, deve ser o El-Dourado, considerado um dos maiores e mais populosos de Brasileia. O procurador Jurídico do Iteracre, Francisco Nascimento, explica que sem parcerias é impossível que o trabalho seja desenvolvido. “Regularização Fundiária engloba muitos pilares, além de fatores ambientais, urbanos e jurídicos. Juntos, faremos um trabalho de excelência”, afirma.

Antônio Alves mora no bairro Francisco José Moreira, há quase uma década e tem o sonho de buscar um financiamento para melhorar a qualidade da casa onde mora com a família. “Tenho em pressa em reformar a minha casa pra ela se tornar mais confortável pras crianças”. Sonho que também é de dona Sebastiana Dias, moradora do bairro Ferreira da Silva. “Comecei a minha casa, mas ainda não consegui terminar, uma linha de crédito seria de grande ajuda”, explica.

A promotora de Justiça, Diana Tabalipa, disse que só tinha a agradecer a equipe técnica do Iteracre. “Tive a oportunidade de ver o empenho da equipe, que executa e desenvolve um trabalho de muita qualidade”. Rodrigo Azevedo, Tabelião e Registrador do município, também participou do encontro e colocou o Cartório a disposição da comunidade. “Estamos de portas abertas para esclarecer dúvidas e sempre a disposição da população pro que for necessário.”

O prefeito de Brasileia, Everaldo Gomes, destacou que esse era um passou importantíssimo para o município que enfrentou muitas dificuldades nos últimos anos e agora estava se reerguendo. “O Iteracre tem um olhar muito atencioso com nosso município, agradecemos o empenho e o esforço da equipe, somos parceiros no projeto que vai melhorar a qualidade de vida do povo de Brasileia.”

.

Fonte: Agência de notícias do Acre

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2018 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content