flor goias

Incra recebe a posse de fazenda em Flores de Goiás com capacidade para assentar 127 famílias

Uma equipe do Incra fica na área até dia 30/4 cadastrando as famílias interessadas em serem assentadas na fazenda

A Superintendência Regional do Incra no Distrito Federal e Entorno (DFE) recebeu formalmente a posse da Fazenda Alegre, com área de cerca de cinco mil hectares e capacidade para assentar 127 famílias. A imissão na posse, como é chamado o ato de receber formalmente a autoridade de comando de imóveis rurais, ocorreu do dia 27/4, na própria fazenda, que fica localizada no município de Flores de Goiás (GO) – distante cerca de 240 km de Brasília e 440 de Goiânia. Centenas de pessoas participaram do evento.

Uma equipe do Incra no Distrito Federal e Entorno fica na área até dia 304 cadastrando as famílias interessadas em serem assentadas na fazenda. Na sequência os servidores irão conferir se as famílias cadastradas têm perfil para serem assentadas da reforma agrária e se não há impedimentos legais junto a órgãos de controle para que isso ocorra. Logo depois, as famílias serão homologadas e poderão ser assentadas na área.

Até maio próximo, o Incra no DF e Entorno vai formalizar a criação do Projeto na área, que foi desapropriada por interesse social para ser transformada em assentamento de reforma agrária. O novo assentamento deve ser chamado de Fazenda Alegre.

Este será o segundo assentamento a ser criado na área de atuação do Incra no Distrito Federal e Entorno – que além do Distrito Federal e Entorno de Brasília atua em municípios do Nordeste de Goiás (num total de 26 cidades goianas) e cinco cidades mineiras. Até o final de 2015 o Incra deve criar cinco novos assentamentos da reforma agrária na área de abrangência da Superintendência.

De acordo com o superintendente regional do Incra no Distrito Federal e Entorno, Marco Aurélio Rocha, a criação de assentamentos é sempre boa para os municípios. “A avaliação que fazemos é boa, porque a criação de um assentamento traz geração de renda para as famílias e com a liberação de créditos da reforma agrária ocorre a ampliação da economia local, pois há aumento de consumo”, afirma o superintendente.

Estudo de capacidade

O Incra para o Distrito Federal e Entorno elaborou Estudo de Capacidade de Geração de Renda da área como forma de subsidiar as justificativas para a criação de assentamento na Fazenda Alegre, em diversos aspectos, com destaque para o a viabilidade agro econômica do imóvel.

A preocupação com o meio ambiente está presente no documento. O estudo apontou do total da área do assentamento cerca de mil hectares para reserva legal e aproximadamente 180 hectares para áreas de preservação ambiental. Outros 105 hectares ficaram para estradas internas, áreas comunitárias e cacimbas/poços coletivas. Cerca de 3,7 mil hectares serão divididos em 127 lotes / parcelas a serem ocupadas e usadas para a produção de alimentos e criação de animais.

O material traz ainda indicação de atividades agropecuárias a serem exploradas na Fazenda Alegre. Entre estas, estão: bovinocultura leiteira e olericultura – hortaliças com abóbora japonesa, batata-doce, feijão de corda e verde, mandioca, maxixe.

Flores de Goiás

O município de Flores de Goiás, que tem 14 mil habitantes, é um dos campeões da reforma agrária no Estado, pois existem em seu território 22 assentamentos do Incra, com cerca de 2,6 mil famílias assentadas. A economia da região é basicamente oriunda do meio rural, com destaque tanto para a agricultura familiar quanto a monocultura de larga escala. Na agricultura familiar há destaque para os assentamentos do Incra.

.

Fonte: Incra

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2019 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório