casa_dinheiro

Mercado imobiliário de usados sobe 81%

Apesar de todo o receio em relação à desaceleração nas vendas durante o período da Copa do Mundo, que teve início em junho, as imobiliárias da região tiveram resultado positivo, sinalizando pouco mais de ânimo no mercado imobiliário secundário (de usados). Segundo pesquisa do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo), as imobiliárias venderam, no quinto mês deste ano, 78 unidades usadas. O resultado representou avanço de 81% na comparação com abril.

Também mudou o cenário de queda consecutiva de três meses, aponta o levantamento. Em fevereiro, quando foram comercializadas 102 residências, houve decréscimo da ordem de 8%. Em março, as imobiliárias comercializaram 54 imóveis, queda de 47%. Em abril, iniciando possível tendência de melhora, o recuo foi de 20%, com 43 unidades negociadas.

Presidente Creci-SP, José Augusto Viana Neto destacou que o resultado de maio demonstra que a economia do Grande ABC é bem mais consistente e forte, a ponto de sofrer menos com a crise. E que o mercado imobiliário é um dos principais indicadores disso, tendo em vista que reage de forma muito rápida à possível desaceleração. Ele destacou que o mercado de imóveis usados, em média, representa dois terços do total. “E com a queda nos lançamentos (resultado de previsão de desaceleração na venda de novos), os usados foram aqueles que sustentaram todos os que atuam no setor.”

A pesquisa aponta resultado do grupo Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Guarulhos e Osasco. Porém, observou Viana Neto, os dois municípios não incluídos na região têm menos representatividade no estudo.

.

Fonte: Diário do Grande ABC

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2019 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório