Presépios da América Latina

Mais de 50 presépios, representando a tradição do Natal no Brasil e em outros oito países latino-americanos, compõem a exposição que o Memorial da América Latina, no Espaço Gabriel García Márquez, anexo ao Pavilhão da Criatividade. (portões 8 e 9).
O presépio é, provavelmente, a mais antiga tradição do Natal, pelo menos desde os anos 1.220, quando teria sido popularizado por São Francisco de Assis, que recriou em tamanho natural a imagem de Maria com o menino e os demais personagens da manjedoura e os expôs numa gruta.
De lá até hoje, os formatos de presépio evoluíram e alguns se sofisticaram com o trabalho meticuloso de artesãos, curiosos, amadores ou profissionais. O processo de criatividade é acompanhado do uso de variada gama de elementos utilizados na montagem do presépio, como palha de milho, argila cozida, papel marchê, pedra, madeira, mármore, flandres e até metais como o ouro.
No Memorial, o público terá a oportunidade de conhecer várias tendências contemporâneas dessa atividade e outras que realçam o empirismo da arte barroca ou expressam traços étnicos, como é o caso dos presépios Afro e Indígena.
A maioria dos exemplares em exposição pertence ao acervo do Pavilhão da Criatividade do Memorial e representam um recorte da tradição dos presépios no Brasil, Paraguai, Colômbia, Venezuela, Equador, México, Peru, Bolívia e Chile.
A mostra ficará aberta para visitações até 8 de janeiro de 2017, de terça a domingo, das 9h às 18h. Entrada gratuita.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2020 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório