SE: Técnicos da Semarh e Adema participam de capacitação em Sistema de Cadastro Ambiental Rural

Durante a manhã desta quinta-feira, 4 de junho, técnicos da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Adema e Pronese participaram de um curso de capacitação em Sistema de Cadastro Ambiental Rural (SiCar). A capacitação aconteceu na sala de laboratório da Sociedade Semear e contou com a presença do secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes.

Segundo Genival Nunes, a partir da nova resolução do novo Código Florestal (Lei 12.651/2012) no âmbito do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente- Sinima, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) se constitui em base de dados estratégica para o controle, monitoramento e combate ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação nativa do país, bem como para planejamento ambiental e econômico de imóveis rurais.

“O CAR é um registro eletrônico, obrigatório para todos os imóveis rurais, que tem por objetivo integrar as informações ambientais referente à situação das Áreas de Preservação Permanente (APP), das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidas das propriedades e posses rurais do Brasil”, destaca.

Capacitação

O analista ambiental do Ibama, Bernardo Trovão, e do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Rodrigo Sabença, conduziram toda metodologia do curso para os técnicos envolvidos. Segundo os analistas, o SiCar visa receber, gerenciar e integrar os dados do CAR dos entes federativos, assim como cadastrar e controlar as informações do CAR dos imóveis rurais.

“Além disso, ele monitora a manutenção, a recomposição, a regeneração, a compensação e a supressão da vegetação nativa nos imóveis rurais promovendo o planejamento ambiental e econômico do uso do solo e a conservação ambiental no território nacional. Disponibiliza ainda informações de natureza pública sobre a regularização ambiental dos imóveis rurais na internet”, afirma.

Sobre as especificidades do SiCAR, os moderadores comentaram ainda que o sistema obtém três módulos. São eles: Módulo de Cadastro, Módulo Geo e Módulo de Análise. Referente ao Módulo de Cadastro, os analistas falaram que ele permite a entrada de dados para inscrição do Car, bem como sua consulta e acompanhamento por meio de microcomputador conectado à internet, disponibilizando aos entes federativos que firmaram ACT com o MMA.

“Já o Módulo de Análise permite que as inscrições recebidas pelo SiCAR são submetidas às regras de validação e análise automática e, posteriormente, passarão por análise e validação por parte do órgão ambiental competente”, apontou Bernardo, finalizando que a partir da capacitação os técnicos poderão passar toda a disseminação das informações para outros técnicos que irão auxiliar no processo de descrição dos pequenos agricultores.

Participando pela primeira vez do curso, a técnica ambiental da Adema, Talita Sales, disse estar empolgada com a capacitação. “O curso foi bastante produtivo, pois as informações que nos foram passadas serão de grande valia em nosso dia a dia em função do Cadastro Ambiental Rural”, comentou.

.

Fonte: Página Rural – Porto Alegre/RS – NOTÍCIAS – 04/07/2013

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2020 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório