SP: Entrevista do responsável pelo cartório de registro de Imóveis de São Joaquim da Barra

Terrenos a venda!

Esse é o anúncio mais encontrado em São Joaquim da Barra desde que Maria Helena Vanuchi assumiu como prefeita a cidade. Atualmente várias empresas imobiliárias vêem se instalando em São Joaquim da Barra buscando esse mercado e oferecendo terrenos com preços e tamanhos para todos os bolsos.

Segundo informações, São Joaquim da Barra teria um déficit habitacional em torno de seis mil moradias, mas pelo andamento do progresso esse numero já está caindo. E com tantas ofertas será que podemos confiar nas vendas dos terrenos?

Para tranquilizar os compradores nossa equipe conversou com o responsável pelo oficial registro de imóveis e anexos na comarca de São Joaquim da Barra, Sergio Teixeira, para saber se estas empresas estão corretamente registradas.


Equipe A Voz: – Sergio esses loteamentos que temos hoje podem suprir essa demanda?

Sergio Teixeira: Em minha opinião, devem suprir sim, pois está saindo uma media de quase 5.000, faltando cerca de 1.000 ainda. São vários loteamentos de vários empreendedores, principalmente de fora, alguns já até tem empreendimentos aqui. Acho que eles enxergaram que SJB tem um potencial para esse tipo de mercado.


A Voz: Quais os procedimentos para que o loteamento possa ser comercializado?

Sergio Teixeira: “A pessoa negocia com o proprietário do imóvel; esses últimos loteamentos que tivemos aqui a maioria foi parceria, os empreendedores fizeram a parceria com os proprietários dos imóveis e fizeram os loteamentos. Até chegar ao cartório de registro de imóveis precisam passar por vários órgãos, que são CETESB, IBIRAPUABRE, DAAEE e a prefeitura municipal. Sem a procuração da prefeitura através de decreto é impossível se implantar um loteamento na cidade. Depois que chega ao cartório de registro de imóveis, estando tudo em ordem é precedido o registro do loteamento. Assim, os empreendedores podem vender os lotes, mas a pessoa não pode construir enquanto as infraestruturas, que ficaram determinadas no processo de loteamento, não estiverem prontas, no caso, água, sarjeta e esgoto. Eles têm um prazo de dois anos para que se façam essas bem-feitorias, depois desse tempo se não for feito nada, a prefeitura tem garantias dos empreendedores, como imóveis que ficam caucionados, hipotecados, ou através de uma carta de fiança, e desses loteamentos as cartas de fiança giram em torno de dois a três milhões de reais, que possibilitam a construção das infraestruturas necessárias, caso os empreendedores não fizerem. No caso de SJB, com todos os empreendedores temos a certeza de que não haverá problemas.”.

A Voz: Em relação aos tamanhos e valores dos lotes, quem determina isso?


Sergio Teixeira:
“Cada um determina o tamanho e preço da maneira que quiser. É feita uma pesquisa no mercado, analisado a localização do futuro loteamento, se será um condomínio fechado, se será residencial ou comercial. Depende muito do local aonde será instalado o loteamento ai eles baseiam o preço. Aqui estão em torno de 45 a 80 mil reais esses lotes com diversas formas de pagamento.”.

A Voz: Sergio você como o responsável do cartório de registro pode afirmar que as empresas que hoje comercializam os loteamentos estão legalizadas?

Sergio Teixeira: “Hoje, o loteamento Tavares na Rua Tiradentes está legalizado. Loteamento Santa Isabel também e Morada do Sol, com casas populares do Projeto Minha Casa Minha Vida. Temos outros loteamentos que já foram comercializados e foram regularizados também, sanados os problemas existentes anteriormente.”.

A Voz: Neste período que você presta serviço como responsável pelo cartório, você concorda que SJB vem crescendo no setor habitacional?

Sergio Teixeira: “Agora SJB começou a se desenvolver a passos largos em sentido de residências e foi no final da gestão da ex-prefeita que ela começou a desenvolver esses projetos para déficit em moradias.”.

 

 

Fonte: Jornal Voz

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2018 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content
nome
email
Receber e-mail? receber
não receber