TJSP: Aprovados em Concurso Extrajudicial participam de sessão pública de escolha e investidura

A sessão registro o fato inédito do preenchimento de todas as serventias disponíveis no certame

Os candidatos aprovados no 9° Concurso Público de Provas e Títulos para Outorga de Delegações de Notas e de Registro do Estado de São Paulo participaram da sessão pública de escolha das serventias nesta terça-feira, 9 de junho. O evento foi realizado no auditório do Gade MMDC. Foram preenchidas todas as 222 unidades disponíveis no certame, fato inédito no estado.

O Corregedor Geral da Justiça, desembargador Hamilton Elliot Akel, fez a abertura do evento. O magistrado ressaltou o trabalho realizado pela comissão examinadora do concurso e parabenizou os candidatos aprovados. “Aos aprovados que estão ingressando e aos que estão se removendo, desejo felicidades no desempenho dessa nova função”, disse Akel. 

A escolha das serventias foi coordenada pelo juiz assessor da CGJ, Swarai Cervone de Oliveira. A primeira candidata a fazer a escolha foi Renata Cristina de Oliveira Santos Aoki, do Grupo 3 critério Provimento, que optou pelo 10º Registro de Títulos e Documentos da Capital.

O primeiro colocado no Grupo 4, critério Provimento, destinado aos Registro de Imóveis, Rodrigo Farias Borges, optou pelo Registro de Imóveis e Anexos da Comarca de Sumaré. Já a primeira colocada no Grupo 4, critério Remoção, Lorruane Matuszewski, escolheu o Cartório de Registro de Imóveis da Comarca de Palmital. 

Segundo o presidente da comissão do concurso, desembargador Marcelo Martins Berthe, a escolha de todas as serventias de seu em razão do novo formato de concurso adotado pelo TJSP, com a possibilidade de escolha de serventias remanescentes no grupo, reescolha e desistência de escolha anterior, todas as serventias foram escolhidas pelos candidatos. “Foi nosso objetivo, prover as unidades, evidente que com seriedade, buscando conhecimento e as pessoas mais bem preparadas. Nós queríamos mostrar que era possível prover as unidades menores, já que há uma crítica geral de que o Concurso Público não atende as unidades pequenas. Nós procuramos soluções para todos os gargalos. Mudamos a nota de corte para um sistema de relação candidato/vaga de cada grupo e com isso conseguimos atrair os candidatos interessados nas unidades de menor porte”, explicou.

Para o magistrado e preciso pensar em garantir justiça no certame. “As diferenças que fizemos foi justamente para garantir a isonomia, já que há diferenças entre as unidades enormes da Capital e as pequenas no interior do estado. Isso exige um trabalho diferenciado para trazer o equilíbrio. E eu acho que isso e possível e estou muito gratificado com o resultado”, ressaltou Berthe.

“É um momento de alegria muito grande, um momento em que conseguimos concluir uma etapa de muito estudo e crescimento profissional. E um momento de realização!”, afirmou Rafael Ricardo Gruber, que escolheu o Cartório de Registro de Imóveis e Títulos e Documentos de São Caetano do Sul.

O sentimento de vitória e compartilhada por todos os candidatos. Rodrigo Pacheco Fernandes, escrevente do 15° Cartório de Registro de Imóveis da Capital foi aprovado no concurso e escolheu o Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais da Comarca de São Bento do Sapucaí. Para ele a aprovação e também uma recompensa ao incentivo recebido dentro do Cartório. “O meu chefe sempre me apoiou a continuar estudando, me permitiu atuar em todas as áreas do cartório, além de dar o acesso a biblioteca bem completa. Então o sentimento e de conquista e de retribuição a todo incentivo que recebi”, conta Fernandes.

A assinatura dos termos de investiduras, que confirmam a seleção e a delegação escolhida por cada candidato aprovado, foi realizada nesta quarta-feira, 10 de junho. Os documentos serão publicados no Diário da Justiça eletrônico do dia 12 de junho. Os novos oficiais poderão iniciar as atividades nas respectivas serventias 30 dias após a publicação.

Também participaram da mesa de abertura o coordenador do Gade MMDC, desembargador Eduardo Cortez de Freitas Gouvêa; os juízes assessores da presidência do TJSP, Ricardo Felício Scaff e Paulo Antonio Canali Campanella, representando o presidente do TJSP, e os juízes assessores da Corregedoria, Gustavo Henrique Bretas Marzagão e Ana Luiza Villa Nova.

TJSP – Entrevista com Marcelo Berthe sobre Resultados do 9º Concurso Extrajudicial from Registradores on Vimeo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Notícias Relacionadas



Copyrıght 2019 ARISP. All RIGHTS RESERVED.

Content
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório